Festa de aniversário minimalista em casa: aniversário de 1 ano

festa aniversario minimalista 1

Acho muito legal festas minimalistas, com poucos convidados e poucos enfeites, como já havia comentado neste post. Inclusive, o meu casamento foi minimalista também.

Esses dias foi o aniversário de 1 ano da minha querida filha. Fizemos uma festa pequena em casa, apenas para os mais chegados (total de 8 pessoas).

Foi muito bom, minha filha não se assustou com as pessoas, foi no colo de todo mundo, se divertiu com os brinquedinhos novos, e até bateu palmas na hora de cantar o parabéns. Foi uma festa pensada para ela.

Fizemos o bolo, os doces, mas encomendamos os salgados. Tudo muito simples, mas feito com muito carinho.

festa aniversario minimalista 2

festa aniversario minimalista 3

Comprei bexiga e grudei com fita crepe no teto.

festa aniversario minimalista 4

festa aniversario minimalista 5

Bolo kitkat feito por mim e pelo meu marido.

festa aniversario minimalista 6

festa aniversario minimalista 7

Copinhos de brigadeiro.

festa aniversario minimalista 8

Um pouco de gomas coloridas para colorir a mesa.

festa aniversario minimalista 9

E sachêzinho de gaveta como lembrancinha.

Eu já tinha o prato para bolo e também as caixinhas em MDF (que aliás são ótimas para festas). Acho bom ter essas peças em casa porque vira um acessório coringa na hora de receber visitas. Como vê na foto, dá para usar de duas formas, como caixinha ou com ele virado ao contrário.

Essas caixas são tão úteis que tenho uma na bancada do banheiro, no hall de entrada, no criado mudo e em cima da mesa de jantar como porta-remédio. Até escrevi um post especial sobre essas caixinhas.

Mas veja, eu e meu marido temos a característica de sermos reservados em relação à vida pessoal. Por isso uma festa minimalista cai como uma luva para o nosso estilo de vida.

Se esse não é o seu caso, se você gosta de animação, pessoas, festas grandes, faça uma festa grande, desde que isso seja a vontade sua, e não dos outros. O importante é identificar o que é essencial para você.

~ Yuka ~

 

 

Como manter uma casa minimalista

escada

Uma das coisas fundamentais para manter uma casa em ordem e sem tralhas é saber delimitar um espaço para cada conjunto de objetos e tentar deixar os objetos pequenos fora de vista em gavetas e caixas.

Em casa, tenho feito o seguinte:

Superfície lisa: quanto mais superfícies lisas, melhor: mesa, rack, aparador, mesa lateral, embaixo da mesa.

Decoração simples: mantenho uma decoração simplista, com poucos móveis. Os móveis possuem linhas retas e pequenos itens decorativos como vasos de uma só cor.

Cores discretas: padronizo as cores da minha casa em 4 grandes cores: branco, cinza, preto e verde água.

Objetos com espaço delimitado: só compro sapatos novos quando tenho que me desfazer de algum. Não compro além, pois não haveria onde armazenar os sapatos. Faço a mesma coisa com as roupas. Entrou uma peça no guarda-roupa, sai outra. Frequentemente verifico se há alguma coisa que não uso mais (colar, brincos, blusas) para passar adiante. No armário da cozinha, separei um lugar para armazenar os copos. Cabem exatamente 9 copos. Então esse é o número de copos que tenho em casa.

Qualidade ao invés de quantidade: ao invés de ter 10 calças, ter 2 que tenham um caimento perfeito.

Limpeza da casa: tenho um cesto pequeno onde guardo os produtos de limpeza que basicamente são: alvejante, detergente, álcool, vinagre e limpador multi-uso.

Tudo depende da relação entre necessidade e quantidade do espaço que temos disponível em casa. Vale fazer o exercício de analisar os itens da casa com novos olhares e fazer a clássica pergunta: “será que realmente preciso disso?”

~ Yuka ~

 

DIY almofadas estilo minimalista

Dia desses fui na 25 de março para comprar um pouco de tecido para fazer uma almofada preta e outra listrada.

A inspiração veio destas fotos aqui: 

  

Costurei seguindo tutoriais que encontrei na internet. Mas atenção… Lavem o tecido antes de costurar. Além de correr o risco do tecido encolher, no meu caso, o tecido listrado desbotou. Se eu tivesse lavado antes, poderia ter voltado na loja para trocar o tecido. Como eu já tinha finalizado a almofada, não dava pra voltar na loja com uma capa de almofada…

Vivendo e aprendendo.

Segue a foto de como ficaram as almofadas.

Daí a sala da minha casa ficou assim com as novas almofadas.

Novas almofadas!!!

~ Yuka ~

Decoração escandinava: quando menos é mais

Ultimamente, a decoração em estilo escandinavo tem me atraído bastante.

Segundo este site, a decoração escandinava possui características minimalistas, linhas retas e limpas, aproveitamento da luz natural, uso de madeiras em tons neutros e claros, utilizando o branco como a cor dominante. Mesclam  o estilo tradicional com o moderno, e os materiais preferidos são a cerâmica e o vidro.

Tenho tentado me inspirar nesse estilo ao decorar a minha casa.

~ Guta ~

 

 

Objetos com mais de uma utilidade

Já comentei com vocês que acabo dando prioridade para os móveis e objetos com mais de uma utilidade com o objetivo de tentar otimizar o espaço.

Alguns exemplos de móveis: a mesa dobrável que uso como aparador, o pufe que guardo embaixo da mesa lateral da sala, a sapateira, a prateleira que fica no hall (além de servir como decoração, serve para guardar chave, guardar contas a pagar, pendurar guarda-chuva), entre outros.

Só que tento expandir esse conceito também nos objetos do dia-a-dia.

Por exemplo, aqui em em casa, alguns objetos têm mais de uma funcionalidade:

– Peneira = serve como peneira (peneirar farinha, etc); para lavar e escorrer o arroz; escorredor de macarrão; colocar legumes ao vapor, etc.

peneira

– Bacia da batedeira = uso com a batedeira; deixo a salada de molho na água sanitária; serve para misturar salada, etc.

– Água sanitária = ao invés de comprar aqueles gotejadores específicos para higienizar alimentos, utilizo a água sanitária na medida especificada pelo fabricante: para lavar banheiro, branquear roupa, higienizar alimentos, etc.

– Hashi (palitinho de madeira para comer comida japonesa) = uso para comer; para espetar no bolo e verificar se está no ponto; utilizo para retirar frituras (muito mais fácil do que utilizar a escumadeira).

O bom é que com a criatividade quase tudo se resolve.

~ Guta ~

Simplicidade nas festas

Fiz meu casamento íntimo (mini-wedding) com cerca de 30 convidados e foi simplesmente inesquecível.

A minha opinião é que quando optamos por fazer encontros menores, festas pequenas, comemorações simples, temos a sensação de que aproveitamos melhor os momentos e principalmente as PESSOAS. Ao invés de conversar com 100 pessoas, conversamos mais intensamente com as 30. E guardamos as lembranças de uma forma mais viva.

Frequento festas de crianças como a do meu sobrinho e dos filhos dos meus amigos. São festas grandes, com 100, 200 pessoas. A criança ganha tanto presente que nem sabe de quem ganhou. São tantos brinquedos que nem dá valor ao que tem.

E apesar de ainda não termos filhos, eu e meu marido já decidimos que festa para os filhos, seria em casa e não em um salão de festas. Convidaríamos uns 5 amigos mais próximos da criança, chamaríamos nossos pais e pronto.

E por pensar desta forma, quando vi o blog da Charla Anne (indicado pela minha amiga Sandra), vi que festas simples podem e devem acontecer.

festa simples 1 festa simples 2 festa simples 3 festa simples 4 festa simples 5 festa simples 6 festa simples 7

Lindo, né? Visitem também o blog, eles têm uma família linda!

Todas as fotos foram retiradas daqui.

~ Guta ~