A importância de sonhar

balão de ar quente

Andei pensando em como o tempo (ou melhor, a falta dele) faz com que a gente pare de sonhar, faz a gente viver no automático – acorda, toma café, vai para o trabalho, volta para casa, toma banho, faz o jantar, come, faz as tarefas de casa e dorme – e quando percebemos o dia já acabou, a semana já passou e o fim de ano já chegou.

Desde que descobri a lista do “Talvez, Um dia desses”, fui preenchendo essa lista com as coisas que um dia gostaria de fazer.

Desde ler livros de filosofia, voltar a fazer aulas de patchwork e ter um ofurô em casa, a lista foi sendo preenchida com muito carinho e calma.

E ao começar a abrir meu baú de memórias, comecei a lembrar de alguns sonhos, alguns da época em que eu era criança (como morar em um trailer), outros da época da adolescência (como correr a São Silvestre fantasiada 😬), e até sonhos de alguns anos atrás (como ter uma vespa italiana ou conhecer as obras do Antoni Gaudí na Espanha). Também queria adotar um parque do meu bairro, aprender a correr, acordar mais cedo. Enfim, sonhos grandes e sonhos pequenos.

Também recordei de muitos sonhos que já foram realizados… morar sozinha, ter um grande amor, aprender a cozinhar, nadar com um boto cor-de-rosa, andar de balão de ar quente, voar de paraglider, fazer um intercâmbio, conhecer alguns lugares maravilhosos ao redor deste mundo.

E percebi como tantos sonhos podem se tornar realidade.

Sonhar é importante, mas muitas vezes, não basta sonhar. É necessário trazer esse sonho para a realidade. E isso é tão importante quanto sonhar.

Eu faço assim: quando o final do ano se aproxima, eu escolho qual sonho quero concretizar. E me preparo para que ao longo do ano que vem eu tenha condições de realizar esse sonho.

Se é uma viagem, é saber onde, quando, como, com quem vou viajar e quanto vou precisar.

Se é uma corrida, é me preparar física e mentalmente, começando aos poucos.

Se é um curso, é descobrindo onde o curso é oferecido, quanto custa, o tempo de duração, além de abrir um espaço na agenda.

É uma forma de tornar o sonho mensurável e palpável, além de não esquecer nunca, que apesar da correria do dia-a-dia, os nossos sonhos terão sempre espaço na nossa vida.

Por isso a recomendação é: escreva! Pode ser em um caderno, no celular, no computador, mas anote… para nunca mais se esquecer dos sonhos.

– Yuka –

Anúncios

3 comentários em “A importância de sonhar

  1. Olá Yuka,
    Como já falei em outro comentário eu tinha vários sonhos, pequenos e grandes, para depois da minha aposentadoria. Ela veio há 1 ano e meio e eu, por vários motivos, não realizei praticamente nenhum sonho, mesmo os mais simples. Adorei essa ideia da lista “um dia, talvez”. Vou fazer a minha hoje mesmo. Depois de ler seu texto também fiquei animada para colocar em prática vários mini-sonhos que não dependem de muita coisa, só deixar de lado a procrastinação. Obrigada!

    1. Oi Cláudia, faça sim a lista! E deixe num lugar visível, no seu celular, num papel ou computador. Sobre a procrastinação, meses atrás eu li um livro chamado Mini-hábitos, do Stephen Guise (custa R$12,99 no site da Amazon) e achei muito legal o fato dele ensinar a desmembrar a tarefa em mini-hábitos. Por exemplo, preguiça de fazer 100 flexões por dia? Faça então somente 1. Preguiça de iniciar uma caminhada? Ande somente 10 passos. Não consegue ler 1 capítulo de livro por dia? Leia 1 linha. E assim por diante. As tarefas se tornam tão ridiculamente fáceis que a chance de desistir diminui consideravelmente. Veja se dá certo desse jeito para você. Como disse em outros comentários, não há fórmula certa ou errada, você só tem que achar o que funciona para você. Um beijo!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s