8 dicas para economizar no supermercado

supermercado

Já foi a época em que R$100,00 enchia um carrinho de supermercado.

E para driblar os altos preços, vou compartilhar aqui as dicas que funcionaram comigo.

1. ) COMPARE PREÇOS

Essa dica é das antigas, mas vejo que realmente vale a pena. Eu achava meio complicado comparar preços porque eu sempre comprava coisas que não estava precisando. Por isso agora eu sempre levo uma lista dos itens que preciso comprar e sigo fielmente a lista. No início do mês, fiz uma compra para abastecer a minha despensa e a diferença de preço no final desta compra foi surpreendente, nada menos que R$55,00 de economia em uma única compra. Imagina como vou economizar se eu fizer o mês todo? E comecei a lembrar o que um professor havia dito para mim há alguns anos. “O supermercado quando faz promoção de pão, eleva o preço da manteiga.” E essa relação se estende em outros produtos: promoção no molho, aumenta o macarrão; promoção no carvão, eleva o preço da carne… Por isso a necessidade de passar em 2 mercados para conseguir comprar o “pão” mais barato em um mercado e a “manteiga” mais barata no outro mercado.

Na prática, eu faço assim:

Quando monto a lista de compras, já monto por ordem dos corredores me baseando no primeiro mercado (já que cada mercado tem a sua forma de colocar os produtos nas prateleiras): primeiro o corredor das verduras e frutas, depois os laticínios, itens de mercearia, produtos de limpeza, etc. Assim fica fácil anotar os preços.

Escolho 2 supermercados mais próximos da minha casa e que fica na mesma direção. Passo primeiro no mais próximo, anoto rapidamente todos os preços e já vou para o outro mercado fazer as compras. Compro somente o que está mais barato, e se tiver tempo, volto no primeiro mercado para comprar os itens restantes.

Olha como vale a pena comparar:

Se eu tivesse feito a compra somente no supermercado que sempre ia, eu teria gasto os seguintes valores (são valores reais, tá?):

  • Semana 1: R$162,42
  • Semana 2: R$41,25
  • Semana 3: R$117,03
  • Semana 4: R$299,99

Comparando os preços do jeito que eu expliquei acima, os valores abaixaram:

  • Semana 1: R$125,92
  • Semana 2: R$36,75
  • Semana 3: R$107,93
  • Semana 4: R$232,92

Ou seja, eu gastaria R$620,69 ao invés de R$503,52. Uma economia de R$117,17 em um mês. Nada mal, heim?

2. ) NÃO COMPRE CARNES NO SUPERMERCADO

Não sei se vocês compartilham da mesma opinião que eu, mas tenho achado as carnes no supermercado um absurdo de caro. Agora compro no açougue ou em lojas especializadas em carnes (como a Swift) e já compro carne para 2 meses. Percebi que sai bem mais barato do que comprar em bandejinhas.

3.) CULTIVE ALGUNS TEMPEROS

Eu tenho uma hortinha onde cultivo alguns temperos. Até tentei plantar alface, rúcula, mas dava muito trabalho. Agora tenho somente temperos que uso com bastante frequência: tomilho, alecrim, manjericão, cebolinha e salsinha. A parte boa é que desta forma, os temperos nunca murcham, já que colho no momento da preparação da comida.

4.) NÃO JOGUE COMIDA NO LIXO

A minha mãe outro dia falou que ela não produz lixo orgânico. Demos até risada desse comentário, mas a verdade é que ela consome quase tudo com a casca. E o que não come com a casca, guarda no congelador para fazer sopas, caldos, etc. Eu sempre me pergunto, qual a diferença de jogar comida no lixo e rasgar dinheiro? Nenhum, né? Para isso, o ideal é ir treinando para transformar os pratos em outros pratos, dando sempre a impressão de que não está comendo a comida de ontem. Por exemplo: a almôndega de ontem, vira macarrão com carne moída; a sobra de arroz de ontem, vira bolinho de arroz; etc.

5.) FAÇA ESTOQUES DE ALGUNS PRODUTOS

Apesar de muita gente não recomendar fazer estoques por acreditar que é dinheiro parado, eu discordo em partes. Faço estoque de itens que sempre consumo quando está na promoção. Por exemplo, sempre compro leite em torno de R$2,80. Outro dia o mesmo leite estava na promoção por R$1,70. Comprei várias caixas.

6.) NÃO COMPRAR PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS

Aprenda a cozinhar coisas gostosas. Ao invés de comprar um bolo pronto, faço um bolo. Ao invés de comprar uma torta, faço uma torta. Além de ser mais saudável, é muito mais gostoso. Para facilitar, congelo o que for possível, como molho de tomate, tortas, etc. Acho interessante “colecionar” receitas fáceis e gostosas.

7.) EXPERIMENTAR OUTRAS MARCAS

Eu gosto de experimentar marcas novas, pois se não gostar, é só voltar para a marca que gosto. E muitas vezes tenho surpresas agradáveis. Em casa a gente faz assim, como meu marido tem o paladar mais aguçado, eu vou comprando algumas marcas para ir experimentando e quando ele não gosta do sabor de alguma, ele já me avisa para que eu não compre mais daquela marca. Muitas vezes, o produto mais caro não é sinônimo do mais gostoso.

8.) QUARTA-FEIRA É DIA DE FEIRA

Alguns mercados têm os dias da semana de promoção. Acompanhe e tente conciliar a agenda.

~ Yuka ~

Anúncios

6 comentários em “8 dicas para economizar no supermercado

  1. Olá Yuka, adorei seu post. Economizar hoje se faz muito necessário.
    Conheci seu blog a pouco tempo, e adorei! Já li todos os seus posts! hehe
    Estou tentando ser mais minimalista tbm. Comecei destralhando o guarda roupa e tenho seguido em busca desse estilo de vida. Estou adorando! A vida vai ficando mais prática e organizada.
    Queria fazer um pedido.. queria muito ver a decoração completa da sua casa (ela parece linda e impecável), pelas fotos que vc posta. Você podia tirar fotos de todos os cômodos. Se puder é claro, 🙂
    Parabéns pelo blog! Bj

    1. Oi Janaina, fico muito feliz em saber que você gostou do blog! Tem um post que vai sair do forno logo logo com o título “minimalismo como estilo de vida”. Nesse post, descrevo como foi o meu passo a passo para ser uma pessoa mais minimalista, começando pelo destralhamento dos objetos. Acho que você vai gostar. Minha casa ainda não está tão arrumada como parece estar nas fotos rsrsrs. Mas na medida do possível mostro alguns cômodos, ok? Um grande beijo.

  2. Yuka, valiosíssimas dicas para economizar no mercado! Parabéns pela iniciativa em divulgá-las! Particularmente gosto muito das dicas 5 e 6!

    Eu poderia acrescentar que, dependendo do estilo de vida e do tamanho da sua família outras opções seriam:

    1. Montar um cardápio semanal, assim você já compra os alimentos que precisa para montá-lo, sem excedentes nem aquelas escapadinhas.

    2. Comprar as frutas e verduras/legumes da época, são mais baratos em melhor qualidade do que alimentos fora de estação;

    3. Fazer compras de materiais para casa – limpeza principalmente – em grande quantidade (como você mesma falou: fazer estoque), aproveitando as promoções.

    4. Fazer as compras só depois da refeição feita em casa (almoço/café da manhã), assim gasta-se menos pois sente-se menos necessidade de preencher a despensa.

    5. Se o(s) seu(s) filho(a/s) gostam de pedir coisas e você não sabe dizer não, não os leve ao supermercado.

    No mais, parabéns!

    Também aderi ao estilo minimalista e podemos trocar figurinhas!

    abs!

  3. Outra dica que SEMPRE sigo é comprar as coisas observando o Kg. Por exemplo, hoje fui ao mercado. A badeja de queijo mostrava que ele custava 21,00 Kg. ( Não estou falando do valor da bandeja, mas sim do Kg, que aparece na parte inferior da etiqueta). Na panificadora custava 20,00 Kg e comprando a peça inteira saía por 17,00 Kg. O detalhe é que o queijo era da mesma marca. Uma grande diferença ne? Isso é válido para carnes e legumes que são vendidos embalados. Fica a dica!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s