Montando um enxoval minimalista para o bebê

1

*Post atualizado em 16/11/2015

A primeira dica que eu dou é: NÃO COMPRE NADA.

Sim, apesar da vontade de sair comprando tudo, não compre nada, pelo menos por enquanto. Essa decisão de segurar o impulso foi essencial para que eu não ganhasse presentes duplicados.

No início da minha gestação, elaborei uma lista enxuta de enxoval para bebê que foi muito útil. Pesquisando pela internet, vi que tinha muitos itens que eu considerava desnecessário como fita crepe para prender fraldas (fralda descartável precisa de fita crepe?), perfume, poltrona para amamentação (na minha casa pequena essa poltrona é inviável), etc. Então acabei elaborando uma lista para as minhas próprias necessidades.

Essa lista me auxiliou inclusive para me orientar quais eram os itens que ainda faltavam para comprar, principalmente quando alguma amiga perguntava o que eu estava precisando. Ao invés de responder “eu não sei”, eu olhava a lista e conseguia ter uma ideia do que estava faltando.

E quando percebi, vi que não precisava comprar mais nada.

No final das contas, eu comprei só o berço. O restante, eu ganhei. Se eu tivesse comprado as coisas para a minha filha no impulso, provavelmente teria muitos presentes duplicados.

A lista é uma coisa muito pessoal, já que o que pode ser desnecessário pra mim, pode ser de extrema importância para você.

Segue a minha lista:

– Berço, colchão, 2 lençóis e 1 protetor de colchão

Somente o berço, colchão, 2 lençóis e 1 protetor de colchão. Nada de kit berço (protetor de berço), saia para berço, travesseiro, fronha, cobertor para deixar na cama, mosquiteiro, nem ursinhos de pelúcia (tem um post aqui explicando o perigo de sufocamento).

– Carrinho de bebê e colchonete para carrinho

Como minha mãe iria me dar um de presente, pedi o que fecha como um guarda-chuva para ficar compacto. Guardo embaixo do berço para não ocupar espaço em casa. Como a estrutura deste tipo de carrinho é mais dura, pedimos também um colchãozinho que acomoda no carrinho para não machucar as costas da bebê. 

– Sling e canguru

O sling pode ser utilizado em bebês recém-nascidos até uma criança maior. Já o canguru que ganhei servirá para quando a bebê estiver com o pescoço um pouco mais firme.

– Banheira

Pedimos um modelo com a borda reta para que pudessemos pendurar na parede do box para ocupar menos espaço. Apesar de ser adepta ao ofurô (balde), hoje não incluiria na minha lista, pois quando o bebê completar uns 6 meses, não caberá mais no balde.

– Sabonete líquido, creme para assadura, cortador de unha, cotonete, algodão

Há sabonetes no mercado que serve para o corpo todo, da cabeça aos pés, evitando ter que comprar xampu e sabonete separadamente. O creme para assadura é o tratamento, e não o prevenção, pois não vejo necessidade de passar a pomada de prevenção, senão a pele do bebê não cria proteção nunca.

– Fraldinhas de pano para limpar boca

6 unidades

– Fraldinhas de pano maiores para forrar carrinho

2 unidades

– Toalha fralda

2 unidades

– Trocador portátil

Costurei um trocador para minha filha. E é bom porque ele é portátil, consigo carregar na bolsa.

– Mantas

É interessante ter de várias espessura. Um bem grosso para o inverno, uma manta de soft média e uma manta de malha.

– Roupas

Ganhei muita, mas muita roupa. Roupa nova e roupa usada. Mas na minha lista, eu tinha colocado basicamente 6 bodys de manga comprida, 6 bodys de manga curta, 6 calças (ou mijão), meias, luvas, toucas, alguns body grosso de inverno.

– Capa para amamentação, absorvente para seios

Não precisa de uma capa para amamentação. Eu coloco um paninho leve por cima do meu ombro. 

Comprei só 1 caixa de absorvente para os seios. A produção de leite logo se equilibrou.

– Fraldas descartáveis e lenço umedecido

Fiz chá de fraldas no meu trabalho e ganhei fraldas para mais de 1 ano e meio de uso.

Eu prefiro usar o lenço umedecido somente na hora de passear. No dia a dia uso algodão com água. 

– Outros itens

Minha cunhada me deu o extrator elétrico de leite.

Não sei se na prática a quantidade de roupas será suficiente ou se ainda falta alguma coisa pra comprar.

Papais e mamães de primeira viagem acabam sofrendo um pouco pelo excesso de informação, cada um fala uma coisa. Por isso decidimos fazer a nossa própria lista e ir adaptando conforme nossa necessidade.

~ Guta ~

Anúncios

14 comentários sobre “Montando um enxoval minimalista para o bebê

  1. Muito interessante esta sua postagem. Me identifiquei muito. Minha filha fará 7 anos em junho, e fiz como você, criei uma lista enxuta de itens e funcionou perfeitamente. Como também fiz chá de fralda, ganhei muitas roupas, muitas mesmo, fiquei mais de 1 ano sem comprar. O que eu fiz foi entregar uma cópia da lista a cada convidada, para que se sentisse à vontade em escolher qualquer item. Por sorte, não recebi nada duplicado que não fosse necessário. Mesmo assim, depois que a Luisa cresceu, montei uma “caixa de empréstimos” com as roupas que estavam boas e já emprestei a caixa para duas mamães diferentes. O objetivo não é receber a caixa de volta, mas proporcionar a quem está grávida a possibilidade de reduzir compras e ter acesso a produtos de boa qualidade para seus bebês.

    • Oi Maristela,
      Adorei a sua ideia de montar uma caixa de empréstimos. Sei que isso ajuda muito, pois tenho ganhado muita coisa de amigas que já tiveram seus filhos. Parabéns pela iniciativa!!!

  2. Oi Guta, eu acrescentaria uma almofada de amamentação porque a gente passa o dia amamentando e sente bastante dor no braço.
    E se tiver espaço uma garrafinha térmica. Eu mesma montei meu kit higiene(sem chance de pagar uma fortuna por um kit cheio de frescuras!) e é super útil. O algodão com água morna limpa melhor que o lencinho, além de ser mais em conta e menos gelado 🙂
    Sobre as roupas, eu também comprei e ganhei bastante, mas ainda precisei providenciar RN depois que minha filha nasceu. Para um próximo filho eu compraria pelo menos 6 bodies manga curta, 6 de manga longa(usa muito!), 6 calças, 3 macacões de malha e 3 mais grossos e uns 5 pares de meia. Luvinha eu comprei só um par, mas na prática usamos uma meinha porque é mais difícil de cair 🙂
    Meu enxoval não foi tão minimalista e se tivermos outro filho já sei onde posso reduzir.
    Abraço,

    • Oi Bruna, eu estou namorando essa almofada para amamentação há meses hehehe. Só não comprei ainda porque enquanto muitas mães falam que ajudaram muito, outras falam que não usaram. Por isso pensei em esperar a minha filha nascer pra ver se ainda continuo querendo esta almofada. E lendo o seu comentário, vi que tinha esquecido de acrescentar os 6 bodys de manga curta… acabei de corrigir o post. Um beijão.

  3. Pingback: Retrospectiva dos meus posts de 2015 | VIVER SEM PRESSA

  4. Pingback: Montando um enxoval minimalista para a segunda bebê | VIVER SEM PRESSA

  5. Muito boa a lista! Justamente porque nao sou mae de primeira viagem e sei que tem coisas inuteis demais, mas como minha Filha ja tem 12 anos fiquei meio perdida rsrs! Me ajudou muito! Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s