Você utiliza o potencial máximo dos seus objetos?

Já parou para pensar quantos objetos temos em casa que não aproveitamos o potencial máximo?
Ter um tênis ultra leve para corrida com alta tecnologia, mas só fazer uma leve caminhada aos domingos… ter um smartphone de última geração, mas só saber ligar e receber mensagens… ter uma bicicleta de corrida, que fica encostada na garagem… ou uma cozinha super equipada, mas não saber fritar um ovo.

Às vezes compramos alguma coisa para pura ostentação. Um desperdício só.

Qual o intuito de comprar uma geladeira enorme se você mora sozinho? Ou uma máquina fotográfica profissional se não sabe manusear adequadamente?

Adequar os móveis, objetos, eletroportáteis, eletrodomésticos, eletrônicos à nossa realidade e programar para utilizar o potencial máximo, faz você economizar dinheiro e dar um chega pra lá no tal de ostentação. É como se você aproveitasse bem cada pedacinho e funcionalidade do objeto que você comprou.

– Por que você comprou um fogão de 4 bocas ao invés de 6?

– Porque não sei administrar 6 panelas de uma única vez…

Simples, né?

~ Yuka ~

Anúncios