Quanto custa ter um filho?

quanto custa um filho

Hoje li um texto muito interessante da Rosely Sayão, publicado na Folha de São Paulo.

Reproduzo alguns trechos bem interessantes:

“Festas de aniversário com direito a recreacionistas, bufês, lembrancinhas etc.; viagens ao exterior; calçados ou roupas caras porque da moda; brinquedos e traquitanas tecnológicas de última geração; e mais: carro, escola, cursos extracurriculares, altas mesadas, aprendizado de língua estrangeira no exterior etc (…). Os filhos querem, querem, querem, querem sempre mais. Nunca estão satisfeitos. E os pais trabalham, trabalham, trabalham cada vez mais para ganhar mais e, assim, tentar satisfazer as necessidades e os caprichos do filho, que quase sempre custam bem caro (…). Ter um filho custa horas de sono e muitas preocupações; custa mudanças de vida temporárias e renúncias; custa a necessidade de disponibilidade pessoal constante; custa abdicar de sonhos e projetos; custa paciência quando ela já se foi, custa perseverança mesmo quando cansados, e muito mais.”

Muitas famílias que não têm condições financeiras em colocar os filhos em uma escola privada ou oferecer uma viagem ao exterior, possuem também filhos honestos e esforçados. É bom lembrar que oferecer tudo do bom e do melhor, não é garantia de ter um filho de sucesso.

Se tiver interesse, visite a página para ler o texto na íntegra.

~ Yuka ~

Anúncios

6 comentários em “Quanto custa ter um filho?

  1. Isso tudo é verdade. Aliás, racionalmente não tem motivo para ter filhos pelos motivos citados. Por isso eu achava q não teria, e demoramos muuuuito para encarar esse desafio. Hj até me arrependo de não ter “começado” antes. Ter filhos é MARAVILHOSO. Custa tempo, dinheiro. etc. Mesmo assim. E td são escolhas. Assim como podemos levar uma vida minimalista beleza nesse mundo louco, assim tbém podemos criar um filho sem cair nessas armadilhas consumistas. Bjo! Adoro seu blog

    1. Oi Mi,
      Sim, tem razão, tudo são escolhas. Quando eu tiver os meus filhos, tentarei não cair nas armadilhas do consumo.
      Você já deve ter lido nos meus outros posts que não tenho carro. E por isso mesmo, já me disseram que se eu andar de transporte público com o meu filho, serei uma mãe má. Oi?
      É bem difícil ser “do contra” quando quase o mundo inteiro é consumista.
      Não ligar para o que as pessoas falam e levar essa vida com mais leveza tem me dado bons frutos.
      Um super beijo.

  2. Afff aposto q é o mesmo povo q acha chiquérrimo andar de metrô em paris, ny rsrs mas olha.. Ser mãe parece q é licensa pro povo julgar td q vc faz e ainda mandar como é o certo…, haja paciência rsrs

    1. Não entendi porque se sentiu ofendida com o post. Ele só diz a verdade; maternidade não é cara, ela tem o custo que cada um atribuí.
      A Yuka não está criticando quem gasta uma grana com os filhos, ela está criticando todos que generalizam “ter filhos é caro” pois isso desestimula muitos a terem achando que é verdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s