Afinal, o que é MINIMALISMO?

Afinal, o que é ser minimalista? Levar uma vida minimalista significa dar prioridade ao que é essencial e livrar-se do resto. Parece simples, né? Mas é um pouco mais complexo do que parece. Ser minimalista significa rever as atitudes de uma vida inteira em um mundo de excessos. É mudar hábitos, rever conceitos sobre consumo, fazer escolhas conscientes. Reduzir os pertences é apenas um dos processos do minimalismo. Reduzir objetos da casa começando pelo guarda-roupa, gavetas, cômodos, sapatos, panelas, livros, traz benefícios. Um dos benefícios é a facilidade em administrar seus pertences. Os outros, são: economizar em espaço físico, economizar dinheiro (uma vez que só será comprado objetos que realmente são importantes), e economizar em tempo (para tirar poeira dos objetos, para fazer compras, em procurar objetos perdidos pela casa, etc.). A próxima fase é destralhar a mente, eliminar distrações, desconectar de algumas pessoas que só nos fazem mal. Considero essa fase, a mais importante e a mais difícil do minimalismo, quando todas as decisões são tomadas de forma consciente. Desde decisões simples como comprar roupas e sapatos, até decisões mais complexas como decidir quais são as prioridades e o que é definido como Essencial. Lembrando que todas as decisões, implicam em consequências: – recusar o convite para um passeio de uma pessoa que você não é tão íntima, faz ganhar de 3 a 4 horas para fazer coisas mais importantes. – comprar apenas o que é essencial faz com que seja possível concentrar-se na qualidade dos produtos, e não na quantidade. – dizer não a uma tarefa que um colega de trabalho tenta empurrar, faz ser possível focar nas atividades prioritárias e alcançar as metas com mais facilidade. – não ter Facebook implica em ficar de fora de muitas novidades, mas evita-se a comparação com outras pessoas e ter aquela sensação de frustração. Dei alguns exemplos, mas as possibilidades são infinitas. Seguir uma vida minimalista, faz com que caminhemos em sentido contrário à maioria das pessoas em alguns casos. E muitas vezes somos até questionados por querer ser minimalistas. Não ter Facebook pode ser insuportável para muitas pessoas. Ou até mesmo não ter um carro, mesmo depois de 30 e poucos anos. E o que diriam se descobrissem que uma pessoa só possui 3 pares de sapatos? Há muitos minimalistas que vivem com pouquíssimos pertences. Outros, não são tão extremistas. Mas é fato que o minimalista gasta menos dinheiro como consequência das suas atitudes, como comprar apenas o que é essencial e de qualidade, e recusar o consumo incontrolável. Não é uma questão de gastar menos, e sim, ter mais tempo para o que é importante na vida. Optar por uma vida minimalista é uma escolha que fazemos para que possamos descobrir o que nos faz feliz. ~ Guta ~

Anúncios

5 comentários sobre “Afinal, o que é MINIMALISMO?

    • O Facebook mostra a vida das pessoas de uma forma muito mais divertida, mas muitas vezes surreal.
      Eu percebi que perdia muito mais tempo acessando o Facebook do que conversando com meus amigos.
      Dava palavras de consolo via internet para amigos que estavam tristes, mas não fazia nenhum movimento para fazer uma visita surpresa para eles. E achei isso estranho… Por isso decidi sair.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s