Como se planejar para nunca faltar dinheiro

cofreComo eu havia dito no outro post (viver com menos dinheiro) eu não gasto muito. Ou melhor, gasto com as coisas que considero importante para o meu Presente e para o meu Futuro.

Minha mãe sempre me ensinou a poupar e a mostrar que caminho percorrer. Contava casos de amigas que tinham uma vida estável, mas ao envelhecer, perderam tudo, pois não tinham plano de saúde, nem planejado uma aposentadoria. Aprendi que não podemos contar com os filhos, pois é injusto jogar essa responsabilidade para eles. E se os filhos estiverem numa situação difícil também? Nunca se sabe.

Hoje, meus gastos se resumem em Necessidade + Lazer + Prevenção + Projetos Futuros. O segredo é ficar de olho para não perder os momentos legais de hoje, mas nunca perder de vista o que você quer para o seu futuro, ou seja, me planejo para ter uma vida confortável HOJE e tentar manter um padrão de vida confortável AMANHÃ.

Em alguns casos, sei que é bem difícil ajustar o salário para poder pagar um plano de saúde e uma previdência privada. Mas o que eu fiz foi o seguinte: meu salário foi melhorando aos poucos, às vezes com promoção e outras vezes somente com o reajuste anual. Mas a minha vida continuou a mesma. Vou explicar… não passei a comprar roupas mais caras, nem comecei a frequentar restaurantes mais caros só porque meu salário aumentou. Na época vivia de aluguel, e continuei com o meu aluguel barato, nem pensei na possibilidade de mudar de lugar. Tenho internet e tv a cabo há menos de 1 ano, antes, não tinha. Apesar do meu salário ter aumentado com o tempo, o meu padrão de vida não aumentou. E com isso consegui começar a incluir alguns pagamentos que considero importantes, como a Prevenção (plano de saúde, previdência privada, gastos gerais).

Meus pagamentos mensais são:

– Condomínio (necessidade)

– Luz (necessidade)

– Plano de saúde (prevenção)

– Transporte – metrô e ônibus – para ir trabalhar (necessidade)

– Plano de Internet + TV a cabo (lazer)

– Recarga de celular pré-pago (já usei pós-pago e quase fui à falência rsrs) (lazer)

– Previdência privada (prevenção)

– Gastos gerais – estipulamos um valor fixo, pra comprar gás de cozinha, ou outras coisas pra casa. Mas passamos meses sem precisar gastar esse dinheiro (prevenção)

– Mesada pra mim e pro marido – estipulamos um valor fixo (lazer)

– Todo o restante do salário que sobra vai pra poupança (projetos futuros)

Não gastamos com supermercado, nem restaurante, porque ganhamos vale alimentação da empresa que trabalhamos. Os passeios de fim-de-semana, tentamos sempre gastar com o nosso vale refeição.

Essa fórmula tem dado certo pra gente, porque tanto eu como meu marido somos poupadores. Então todo início do mês, somamos nosso salário, subtraímos todos os pagamentos, separamos nossa mesada e poupamos o resto.

Sinto que dessa forma, estou conseguindo aproveitar o momento, fazer passeios, viajar, mas sempre de olho no futuro próximo (como a compra de um apartamento) e no futuro distante (como a nossa aposentadoria).

Anúncios

Um comentário sobre “Como se planejar para nunca faltar dinheiro

  1. Republicou isso em Perfeita Assimetriae comentado:
    Achei muito interessante essa forma de planejamento financeiro! Afinal, nem tanto ao mar, nem tanto à terra: não adianta guardar todo o dinheiro que você ganha e deixar de viver bons momentos para poupar! Leiam, vale muito a pena!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s